Confira quem é o ibefiano vencedor da bolsa de mestrado da FECAP

Em parceria inédita, o IBEF-SP e a FECAP – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado ofereceram para um associado a oportunidade de fazer mestrado em Contabilidade ou Administração com bolsa de estudo integral.

Para participar da seleção, o candidato deveria enviar até o dia 2 de abril um e-mail com currículo, projeto de pesquisa e dois ensaios respondendo às questões: Pode a gestão financeira mudar a nossa realidade? e Qual a sua motivação e seus sonhos profissionais?.

“Estou feliz demais! Estava ansioso esses dias todos, ficava atualizando a todo momento o site para verificar se eu tinha sido aprovado ou não”, conta Bruno França, que recebeu a confirmação tão aguardada nesta segunda-feira (25). Após ter seu projeto pré-selecionado dentre os candidatos por um comitê do IBEF Jovem e da FECAP, Bruno ainda passou pelas etapas da prova e entrevista na instituição de ensino, processo que durou três meses até a conclusão.

Foco em startups – Com aulas iniciando em 06 de agosto próximo, seu projeto de mestrado com ênfase em Administração analisará os caminhos para as startups crescerem de forma rápida e sustentável por meio da bolsa de valores brasileira.

A pesquisa é um desdobramento do Trabalho de Conclusão de Curso realizado por Bruno na época em que cursou MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 2016. “O professor de economia da FGV, Carlos Alberto Di Agustini, provocou a turma, disse que o TCC deveria ser algo bacana, que pudesse abrir portas”, conta Bruno, que mais tarde foi convidado a dar aulas na instituição.

“Minha ideia é aprofundar esse assunto no mestrado e trazê-lo para uma realidade que possa ajudar profissionais e empresas”, ressalta ele, que trabalha no departamento de Planejamento, Orçamento e Controle do Bradesco.

Dentre as influências positivas na carreira, Bruno cita, ainda, Luiz Calado, vice-presidente do IBEF-SP e professor da FGV, pessoa que o incentivou a fazer o projeto de mestrado e colaborou para a sua evolução profissional, compartilhando ensinamentos e experiências de vida.

Família e valores – Bruno destaca a família como pilar essencial, formadora de valores e que dá o apoio necessário à carreira, sempre encontrado em sua esposa, Paula França. Filho de “caipiras” do interior de São Paulo, como ele mesmo brinca, que vieram para cidade grande em busca de oportunidades, Bruno dedicou-se a crescer em conhecimento ao mesmo tempo em que seus pais lutavam por uma vida melhor. Filho do fisioterapeuta Carlos França, da cidade de Lins, e da pedagoga Maria Emília França, de Borborema, as oportunidades batalhadas pelos pais foram aparecendo ao primogênito e seus três irmãos.

Não é à toa que o aprendizado com a sabedoria paterna e materna ganhou as primeiras linhas de seu ensaio sobre motivação e sonhos profissionais: “Através de minha educação em casa, com princípios cristãos, sempre tive o ensinamento de buscar ser justo e criar oportunidades ao próximo”.

E ele finaliza: “meu sonho não é ter sucesso, meu sonho não é ter muito dinheiro, meu sonho não é ter um cargo de CFO ou CEO. Meu sonho é simplesmente ser feliz com o que faço, disseminar conhecimento, fazer a diferença na vida das pessoas e, principalmente, ser uma pessoa íntegra à qual minha família e meus pais se orgulham. Claro que se atingir o sucesso, o dinheiro ou o cargo também ficaria muito feliz, porém que seja por consequência e não obsessão”.

 

Deixe um comentário