Conheça os finalistas do Prêmio Revelação em Finanças

Finalistas do 13º Prêmio Revelação em Finanças IBEF SP/KPMG

Um trio, uma dupla e um trabalho individual. Dessas três equipes finalistas sairá o vencedor da 13ª edição do Prêmio Revelação em Finanças IBEF SP/KPMG.

Os finalistas enfrentaram nesta sexta-feira (14) a etapa final e mais desafiadora da seleção: apresentar seus trabalhos para uma plateia formada por cerca de 50 CFOs e executivos de finanças de grandes empresas brasileiras e internacionais, e professores de renomadas instituições de ensino.

Daniel Piccolli, Bruno Zatz e Gustavo Jorge (IBM)

Aumento da rentabilidade – A equipe formada por Bruno Zatz, Daniel Piccolli e Gustavo Jorge, da IBM, apresentou a ferramenta “Pricing Snap!”. A inovação possibilitou aos donos das unidades de negócios da organização acessar, analisar e extrair informações, em tempo real e de onde estiverem, da imensa base de dados da área de preços e business cases (antes desestruturados e espalhados pela companhia) para uma tomada de decisão mais assertiva.

“Foi gratificante apresentar e explicar um projeto interno para uma banca tão bem-conceituada. É uma vitória estar entre os finalistas e poder aprender com os outros projetos”, disse Daniel Piccolli.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O TRABALHO: “Pricing Snap!”, por Bruno Zatz, Daniel Piccolli e Gustavo Jorge (IBM)

 

Everton Santos (Natura), da dupla com Rogerio Ferreira

Redução de custos – “Mapa de Perdas de Manufatura” é o assunto do trabalho da dupla Everton Santos e Rogerio Ferreira, da Natura. A inovação permitiu à companhia monetizar as perdas identificadas nas fábricas, e também sistematizar o seu monitoramento, de forma a apoiar as lideranças nas escolhas estratégicas de projetos, aumentando a produtividade e reduzindo custos.

“É uma grande satisfação poder demonstrar o que aprendi e falar de algo que gosto: a empresa e a área em que trabalho. Estou feliz pela oportunidade de apresentar isso para pessoas extremamente qualificadas”, comentou Everton Santos.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O TRABALHO: “Mapa de Perdas de Manufatura”, por Everton Santos e Rogerio Ferreira (Natura)

 

Lais Meduna (Suzano)

Orçamento em dois dias –  Lais Meduna, da Suzano, apresentou o trabalho “Um Ano em Dois Dias – Introduzindo: Ebitda Day”. A inovação liderada pela área financeira de Gestão de Desempenho, em resposta a um desafio proposto pelo CEO, tem possibilitado à companhia concluir em apenas dois dias o planejamento do seu orçamento, envolvendo todos os líderes das áreas.

“Foi uma grande surpresa ser uma finalista, pois escrevi o trabalho justamente no período de discussão do orçamento. Fiquei muito feliz pelo reconhecimento e o timing: poder entregar o orçamento e apresentar este modelo para tantos executivos importantes, para que outras empresas possam utilizar essa inovação como benchmark”, afirmou Lais Meduna.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O TRABALHO: “Um Ano em Dois Dias – Introduzindo Ebitda Day”, por Lais Meduna (Suzano)

 

13 ANOS DE INOVAÇÃO

Esta edição do Prêmio Revelação em Finanças registrou um recorde: foram 35 trabalhos inscritos, enviados por 20 empresas e instituições de ensino. “Também recebemos vídeos dos candidatos, uma inovação deste ano”, informou o coordenador da premiação, Luiz Roberto Calado.

Outras novidades também marcaram a edição: a renovação e ampliação da banca examinadora com a participação de 25 avaliadores, dentre CFOs e professores de instituições renomadas; a divulgação do Prêmio em palestras realizadas em instituições de ensino, e um plantão tira-dúvidas com os vencedores de edições passadas; e o convite para os membros dos órgãos diretivos do IBEF SP participarem da votação no almoço de seleção.

Reconhecendo talentos – “Há 13 anos somos parceiros do IBEF SP nesta premiação. É uma honra reconhecer o jovem talento profissional em nosso setor de finanças”, disse Pedro Melo, presidente da KPMG. “Daqui poderá sair um futuro Equilibrista”.

Melo ressaltou a velocidade das transformações no País e no mundo. O momento favorece o compartilhamento de experiências, observou, e a colaboração surge como forma de navegar pelas mudanças. “O Prêmio Revelação em Finanças promove essa troca de experiências, vemos a atuação dos jovens refletindo nos executivos mais experientes. O Prêmio destaca os futuros líderes que contribuirão para a construirmos um Brasil melhor”, disse, saudando todos os participantes e os CFOs que os incentivaram.

Processo seletivo – “Todos os trabalhos demonstraram um bom nível de qualidade. Inclusive, seis empresas apresentaram mais de um trabalho de inovação para o Prêmio”, afirmou o coordenador da banca examinadora, Mario Mafra, ressaltando a importância do incentivo.

O Coordenador ressaltou as etapas do processo de seleção. A primeira é a avaliação dos trabalhos inscritos pela banca, considerando os seguintes critérios: autenticidade do trabalho, criatividade e inovação, aplicabilidade e resultado prático mensurável. Os autores dos três trabalhos melhor classificados seguem para a segunda e última etapa: a apresentação para os membros da banca examinadora e convidados.

Escultura “Revelação em Finanças”, criada pelo artista plástico Osni Branco

Premiação – O vencedor do Prêmio será conhecido na próxima sexta-feira (21), no almoço de premiação a ser realizado no hotel Unique.

As premiações incluem R$ 15 mil em dinheiro, o troféu “Revelação em Finanças” criado pelo artista plástico Osni Branco, associação gratuita ao IBEF SP por um ano, e bolsa de estudos para cursar o MBA Executivo em Finanças Saint Paul | New York Institute of Finance.

“É uma satisfação enorme apoiar o Prêmio, que está alinhado ao nosso propósito de transformar vidas e a sociedade por meio da educação”, afirmou Adriano Mussa, diretor acadêmico da Saint Paul Escola de Negócios.

Reconhecimento – O Prêmio “Incentivo ao Talento a Jovens Executivos em Finanças” será entregue ao CEO ou CFO da empresa em que atuar o profissional vencedor.

(Reportagem: Débora Soares / Fotos: Divulgação/KPMG)

Compartilhe: