IBEF Conecta | Encontro com CEO

Link do vídeo: https://youtu.be/dyFDV-BMUa0

A fundadora e CEO da Paytrack, Daniele Amaro, foi a convidada da live “Encontro com CEO”, realizada pelo IBEF Conecta nesta terça-feira (26/04). A moderação do bate-papo foi conduzida por Elisangela Almeida, CFO do Grupo InPress.

Daniele é a administradora por formação e construiu sua carreira em grandes empresas. Ela destacou que sua grande escola foi a área de vendas, que influencia seu estilo de gestão de escuta ativa e estar próximo do cliente para antecipar suas necessidades.

Há cinco anos, a empreendedora fundou juntamente com Edson Gonçalves a startup que oferece soluções em gestão de despesas e viagens corporativas. Beneficiada pela aceleração da digitalização de processos na pandemia, a Paytrack dobrou de tamanho em 2020 e quase triplicou em 2021. Hoje soma 200 colaboradores. Em 2021, a companhia recebeu um aporte de R$ 8,5 milhões em uma rodada de investimento liderada pelo fundo americano Parceiro Ventures.

Ao comentar sobre o desafio de ser CEO em uma empresa de tecnologia, Daniele afirmou que o setor de tecnologia não trabalha no passo de hoje; mas um passo mais à frente.  “Ouçam o que não está sendo dito, vejam o que não está escrito em lugar nenhum. É aí que as oportunidades chegam, quando você consegue antecipar tanto as necessidades dos clientes, quanto do time”.  

A empreendedora chegou a acumular a função de CFO nos primeiros anos da empresa e há pouco mais de 1 ano contratou uma executiva para o cargo. “Eu adorei. Às vezes, o próprio time tem a visão de que o CEO pode “canetar” tudo, então foi muito positivo ter essa pessoa. Hoje ela me puxa a orelha, brinco que tenho uma chefe (risos). Ela contribuiu com uma visão mais analítica e ponderada sobre a viabilidade dos projetos, um perfil extremamente importante para a empresa¨.

Daniele ressaltou ainda importância de CEOs não ficarem no raso quando se trata de gestão de pessoas, o que ajuda a mitigar problemas de cultura em seu nascedouro, bem como identificar e remover líderes tóxicos do ambiente corporativo. Para ela, é inegociável que o CEO seja o protetor e expansor da cultura da empresa. “Gestão de pessoas ganha de resultado. Porque não dá para fazer resultado sem gestão de pessoas, não somos nós fazendo sozinhos”.

Ao final, a fundadora da Paytrack agradeceu ao IBEF-SP pelo convite. “Fiquei muito honrada. Participo de outros grupos ligados a gestores do nosso negócio e para nós é sempre muito grandioso estar em meio aos CFOs, dos diretores financeiros, porque entramos em outro nível de conversa. É onde gostamos de nos conectar e surge a discussão sobre problemas complexos, o que agrega valor para o cliente e para a operação”.

Compartilhe:

Deixe um comentário