Prêmio Golden Tombstone 2021: Operações de Azul, Natura &CO e Rede D’Or são eleitas as vencedoras

O IBEF-SP realizou no dia 07 de outubro a cerimônia de premiação do Prêmio Golden Tombstone 2021. Foram premiadas as operações financeiras da Azul Linhas Aéreas (categoria Debt), da Rede D’Or (categoria Equity) e da Natura &Co (categoria M&A).  

Esta edição do Prêmio, patrocinada por Deloitte Accountfy, contou com 45 operações inscritas, que somadas totalizaram R$ 168 bilhões. A Comissão Julgadora avaliou as operações com base nos seguintes critérios: complexidade da transação, inovação, dimensão e relevância, amplitude de mercados e jurisdições envolvidas, distribuição, impacto da operação no mercado, superação de barreiras para sua realização, criação de valor e precificação (pricing). 

Potencial do mercado brasileiro – Na abertura, o presidente do Conselho de Administração do IBEF-SP, José Cláudio Securato destacou o volume, a representatividade e a qualidade das operações inscritas nesta 5ª edição do prêmio. “Parabéns aos finalistas pelas operações excepcionais que mostram a grandeza do nosso mercado financeiro”. Luciana Medeiros, presidente da Diretoria Executiva do IBEF-SP, relembrou que o objetivo do Prêmio “é incentivar e estimular o mercado, dando exposição às operações de captação de recursos das empresas que se destacaram por sua relevância e por sua inovação”.  

Carlos Alberto Bifulco, presidente do Conselho Consultivo do IBEF-SP e idealizador do Prêmio Golden Tombstone, destacou que o evento é uma celebração de gratidão, pela confiança as empresas tiveram ao inscrever suas operações financeiras no prêmio, e de reconhecimento da competência dos CFOs e de suas equipes, dos bancos envolvidos, assessores legais e auditores. “Todos contribuem para esse Prêmio atingir um sucesso tão grande”. 

O presidente da Comissão Julgadora e vice-presidente do IBEF-SP, Augusto Martins, lembrou que a Comissão foi formada por 21 executivos renomados do mercado, que participaram da avaliação das operações em um processo extenso.  “É um prêmio que conquista cada vez mais relevância no mercado financeiro nacional e tenho certeza de que em 2022 ele será ainda mais rico”. Alexandre Paixão, coordenador da Comissão e diretor na Saint Paul Advisors, acrescentou que a qualidade das operações inscritas neste ano foi excepcional, refletindo operações muito relevantes que aconteceram em 2020”. 

Categoria debt – Na categoria Debt foi premiada a operação da Azul Linhas Aéreas. A transação possui diversas características inovadoras, pois foi a primeira emissão de debênture conversível não obrigatória indexada em dólar, emitida no Brasil e executada sob as regras CVM 400 EGEM.  Tais operações são raras para empresas brasileiras, com maior destaque por se tratar de emissão local com investidores estrangeiros. Ela inclui ainda uma previsão de PIK no primeiro ano e foi lançada com investidores âncora que possuíam diversas exigências comerciais adequadamente conciliadas com as exigências de distribuição da CVM. 

“É uma honra estar aqui entre todas essas empresas e esses deals tão expressivos e desafiadores. Gostaria de agradecer ao IBEF-SP, à banca examinadora, aos patrocinadores e ao nosso time, sem o qual nada disso seria possível. Destacar também o auxílio do time de assessores, que foram verdadeiros heróis junto conosco: Itaú, Pinheiro Neto Advogados, Pinheiro Guimarães, Shearman & Sterling LLP e a EY. Foi um ano muito turbulento para todos, mas a operação foi super inovadora e desafiadora. Isso é o que podem continuar esperando da Azul, sempre uma atitude inovadora que se reflete em nossas operações estruturadas, estratégicas e financeiras”, afirmou Joanna Portella, diretora jurídica da Azul Linhas Aéreas. 
 

Receberam menções honrosas as operações da Evoltz que realizou a emissão de debêntures não incentivadas distribuídas por um FIP-IE listado, e a da Suzano que emitiu seu primeiro Sustainability-Linked Bond com SPO. 

 
Categoria Equity – Na categoria Equity, a vencedora foi a operação de IPO da Rede D’Or, que, além de ser o maior IPO dos últimos sete anos, também se destacou como um dos investimentos de Private Equity de maior sucesso do mercado brasileiro. A operação foi a maior oferta pública inicial de ações realizada no Brasil em 2020 e a terceira maior da história do mercado brasileiro. O IPO avaliou o grupo em R$ 112,5 bilhões, o que colocou a Rede D’Or entre as 10 empresas mais valiosas da Bolsa.

“Meus cumprimentos a todos que apoiam tal iniciativa que valoriza o profissional de finanças, mas sobretudo as empresas do Brasil e as transações que permitem investimentos significativos, crescimento econômico e bem-estar de todos ao longo dos anos. A Rede D’Or vem apresentando um perfil de crescimento muito acelerado nos últimos muitos anos e o IPO nos dá a musculatura financeira adicional para que a empresa continue a fazer investimentos relevantes sem qualquer impacto negativo sobre a sua estrutura de capital e assim continuar a reportar altas taxa de crescimento no futuro. É uma honra para a Rede D’Or receber essa premiação do IBEF-SP. O IPO não é um fim em si mesmo e é sim uma transação financeira, mas é sobretudo uma transação da Companhia, que envolve todas as áreas da empresa. Eu gostaria de agradecerá todos os nossos assessores financeiros, entre eles o Banco Líder, Bank of America, e o agente de estabilização, BTG Pactual –, aos nossos assessores legais – Pinheiro Guimarães Advogados; Skadden, Arps, Slate, Meagher & Flom LLP –, aos nossos auditores externos, EY, e principalmente a todos os colaboradores da companhia”, disse Otávio Lazcano, CFO da Rede D’Or.

Menções honrosas foram dirigidas às operações finalistas que inauguraram novos segmentos para investimento na Bolsa: Lojas Quero-Quero, do setor de materiais de construção, e Petz, do setor pet

 
Categoria M&A – Na categoria M&A, sagrou-se campeã a operação de aquisição da Avon Products pela Natura &CO, que gerou o quarto maior grupo do mundo dedicado exclusivamente ao setor de beleza. Após a transação, a empresa agora soma presença em 100 países, com 3.200 lojas e 40 mil colaboradores, atendendo a mais de 200 milhões de consumidores. A operação envolveu a implementação de uma complexa reestruturação societária, a participação de companhias de capital aberto dos Estados Unidos e do Brasil, além da manutenção de listagem na B3 e na NYSE. 

“Em nome da Natura &CO, gostaria de agradecer ao IBEF-SP por esse importante reconhecimento, estendendo-o a todas as nossas equipes, nossos times internos e nossos assessores jurídicos e financeiros cuja contribuição foi fundamental para o sucesso dessa operação. Temos muito orgulho dessa transação, não só pela complexidade, criatividade e esforço exigidos, mas principalmente pela geração de valor para a nossa empresa, para as companhias envolvidas e para os nossos acionistas”, disse Itamar Gaino, CLO Global da Natura &CO. 

MRV, outra finalista da categoria, recebeu menção honrosa por sua operação de expansão em direção ao mercado norte-americano por meio da aquisição da AHS. 

Destaques do ano – Foram reconhecidos com o Prêmio de Destaque do Ano, destinado aos advisors que inscreveram mais operações, o Itaú BBA, na categoria de assessoria financeira, e os escritórios Demarest Advogados e Pinheiro Neto Advogados, na categoria assessoria jurídica. 

Patrocinadores – Goldwasser Neto, CEO e cofundador da Accountfy, disse ser uma grande honra poder contribuir para a premiação do IBEF-SP. “Parabéns a todos que chegaram até aqui e àqueles que aportaram algum tipo de conhecimento”. Aprendemos bastante, tivemos a oportunidade de já ter trabalhado com algumas das pessoas que estão se apresentando hoje e é uma honra falar em nome da Accountfy em meio a tantas empresas super relevantes para o mercado brasileiro.”  

O sócio-líder de market development da Deloitte, João Gumiero destacou a sólida relação mantida entre a Deloitte e o IBEF-SP. “O prêmio Golden Tombstone reconhece profissionais essenciais para a saúde financeira das empresas, assegurando muitas vezes sua sobrevivência e continuidade. Esses profissionais também apoiam o amadurecimento do mercado de capitais ao levar soluções e transparência para instituições e investidores. Dessa forma ajudam a estimular o desempenho econômico do nosso país”, completou. 

Compartilhe:

Deixe um comentário