Inteligência Artificial possibilita mais eficiência para as empresas

maio 26, 2017 6:07 pm Publicado por

Avanade destacou cinco aspectos que possibilitam a entrada no universo da IA

O IBEF SP reuniu, na última quarta-feira (24), um grupo de executivos convidados pela consultoria em inovação digital Avanade, no CFO Wine. O evento discutiu novas tendências em tecnologia e como as companhias podem se beneficiar da inteligência artificial.

Marcelo Serigo, CTIO da Avanade

Marcelo Serigo, CTIO da Avanade, foi o palestrante da noite e falou sobre “como vencer no universo da Inteligência Artificial e tornar-se relevante para o futuro”. Segundo o líder em estratégia digital, a inteligência artificial possibilita a redução de custos dentro das empresas com, por exemplo, automatização de processos internos e substituição de mão de obra de trabalhos repetitivos por automatização. “Por outro lado, você não vai dispensar essas pessoas, você irá aproveitá-las para gerar receitas maiores”, explicou Serigo.

Outro ponto levantado pelo CTIO foi como a inteligência artificial está mudando também os modelos de negócio e ajudando a criar novas plataformas de economia, a exemplo do UberEats, serviço de delivery criado pela Uber. “É importante que os executivos de finanças entendam esse movimento. Para onde o mundo vai, como estamos posicionados e o que precisamos fazer para nos adaptar a esse mundo”.

TechVision

A visão da Avanade é que as empresas devem focar primeiro em inteligência artificial, por meio de tecnologias e processos que agregam valor e que estão cada vez mais acessíveis.

Empresas terão que se integrar em ecossistemas

Serigo destacou cinco aspectos que possibilitam a entrada nesse universo:

  • Novas Experiências do Usuário: por exemplo, existe hoje uma tendência para se ter menos aplicativos no celular, dando lugar a um único assistente que possui todas as funcionalidades integradas.
  • Ampliação da Força de Trabalho: as empresas precisarão alavancar tecnologias que tornem o trabalho mais interessante e focado em tarefas cuja natureza seja mais humana, menos robótica.
  • Economia de Plataforma: um mundo onde as empresas aproveitam os ecossistemas existentes e integrados de forma a atingir, encantar e reter clientes.
  • Abordagem DesignOps: a importância do design thinking aliado a projetos de engenharia, para adotar um ponto de vista fortemente centrado no ser humano.
  • Ética Digital: a necessidade de agir com responsabilidade, tendo em vista as tendências relacionadas a big data e digitalização de tudo.

Legitimidade é necessária

CFOs debateram como tirar melhor proveito da tecnologia

A CFO para a América Latina na GE Water & Processes Technologies, Vera Bermudo, considerou a palestra bastante elucidativa e deu a sua opinião durante o debate. “Acho que tecnologia vale a pena na medida em que a empresa pensa legitimamente no benefício que trará para o cliente. Quando você cria produtos, serviços e facilidades pensando no cliente, você vai efetivamente conseguir a fidelização e o resultado”, ponderou a executiva.

Demos interativas

Experiência com HoloLens

A Avanade trouxe ainda para o evento uma experiência que uniu a degustação de vinhos à  tecnologia. Por meio do HoloLens, óculos de realidade aumentada da Microsoft, os participantes puderam aprender em hologramas mais informações sobre os vinhos apresentados.

Patricia Valloni, gerente de Marketing da Avanade, explicou que a ideia foi criada a partir de uma analogia constatada pela empresa. “Nós percebemos que os vinhos eram tão diversos quanto os pilares do TechVision. Existem vinhos mais modernos, outros arrojados e também aqueles que exigem uma visão diferente dos produtores”, afirmou.

Mário Janssen, CFO da BMW Financial Services, experimentou o HoloLens e avaliou que o equipamento pode ser útil para qualquer tipo de empresa. “O formato do evento, com essa combinação entre a tecnologia e algo mais atingível como o vinho, foi o que mais me chamou a atenção, foi bem interessante”, destacou Janssen.

 

(Reportagem: Liana Sampaio / Fotos: Mario Palhares/IBEF SP)