Trabalho da equipe do Pravaler é o vencedor do 18º Prêmio Revelação em Finanças

Bruna SilvaLarissa Ceratti e Lucas Fam, jovens executivos do Pravaler, principal plataforma de soluções para o ecossistema de educação do Brasil, são os autores do trabalho “Inovação em Estrutura Financeira para Alavancar Novos Produtos”, eleito o vencedor do 18° Prêmio Revelação em Finanças IBEF-SP. O CFO da companhia, Haroldo Carvalho, foi laureado com o Prêmio Incentivo ao Talento a Jovens Executivos. A cerimônia de premiação foi realizada nesta terça-feira (09), com transmissão ao vivo via YouTube.   

O evento contou ainda com palestra especial realizada por Tiago Azevedo, CFO do Mercado Livre no Brasil. O Prêmio Revelação em Finanças 2021 foi patrocinado pela KPMG e contou com o apoio do Cel.Lep e da Saint Paul Escola de Negócios

Visibilidade da área de finanças – Em suas palavras de agradecimento, Larissa e Lucas destacaram a felicidade da equipe em receber a premiação e os agradecimentos a todos que incentivaram a inscrição do trabalho. Bruna ressaltou que o Prêmio Revelação foi uma oportunidade muito boa para compartilhar a iniciativa de finanças na companhia.  

“O time de finanças geralmente não tem tanta visibilidade no processo de desenvolvimento de novos produtos ou na alavancagem de negócios. Então ficamos muito felizes com essa premiação e esperamos que ela abra precedentes para outros profissionais de finanças, para que eles entendem o papel fundamental, relevante e de transformação que eles têm, não só nos negócios, mas na sociedade”, disse Bruna Alves. 

Incentivo do líder financeiro – O CFO Haroldo Carvalho destacou o papel do líder financeiro em incentivar o time de talentos, que tem todo o mérito da conquista, e notou a sinergia entre o Prêmio Revelação e o propósito do Pravaler, que é facilitar o acesso à educação, com inclusão. “No final do dia é reconhecer e suportar os talentos; jovens elevando outros jovens nessa corrente de prosperidade”, disse.  

“Parabéns por essa iniciativa do IBEF-SP, que há 18 anos, vem apoiando e incentivando a revelação dos talentos no mercado brasileiro. É uma responsabilidade, uma credencial que apoia e alavanca a carreira e a ambição desses jovens tão especiais”, completou Haroldo. 

Menções honrosas – Receberam menções honrosas os trabalhos finalistas “Cash is King: Transformando o capital de giro e a geração de caixa com ferramentas e processos inovadores”, de autoria da equipe Lucas ChiquinoMarcos Sá e Vitor Lima, da Nutrien, e “Liability management com sustentabilidade nas novas emissões”, cujo autor é Gabriel Leite, da Rumo.  

Prêmio do futuro – Na abertura da cerimônia, José Cláudio Securato, presidente do Conselho de Administração do IBEF-SP, destacou que o Prêmio Revelação em Finanças não é um prêmio que simplesmente ressalta um bom trabalho feito no presente. “Ele é um prêmio do futuro, pois com ele estamos identificando os talentos que vão se destacar no mercado financeiro e obviamente contribuir com o nosso país”.  

Luciana Medeiros, presidente da Diretoria Executiva do Instituto, lembrou que ao longo das suas 18 edições, o Prêmio Revelação em Finanças sempre “colocou em evidência trabalhos inovadores em e reconheceu o valor de jovens talentos, tendo já premiado 53 profissionais e distribuído mais de R$ 1 milhão em premiações”.   

Charles Krieck, presidente da KPMG no Brasil e na América do Sul, lembrou que a companhia apoia o Prêmio Revelação em Finanças desde a sua primeira edição. “O objetivo do prêmio é efetivamente valorizar o espírito empreendedor, premiando aqueles que pensam as finanças de forma inovadora e com postura de liderança. Nós, da KPMG, temos um enorme orgulho de fazer parte dessa história”. 

Representando os apoiadores do Prêmio, Gabriela Silva, gerente de gente e gestão do Cel.Lep, e Adriano Mussa, reitor da Saint Paul Escola de Negócios, parabenizaram os finalistas e os organizadores pelo grande evento.  

Leonardo Giusti, vice-presidente do prêmio, ressaltou o papel dos CFOs para a viabilização dessa iniciativa. “Não poderia deixar de estender os parabéns aos CFOs, pois são eles que suportam a jornada dos jovens talentos nas organizações. Sem o suporte deles nós não teríamos a história desse prêmio e não teríamos essa 18ª edição”. 

Como ser relevante hoje e amanhã – Em sua palestra especial, o CFO do Mercado Livre no Brasil, Tiago Azevedo, parabenizou os trabalhos finalistas do Prêmio Revelação e observou que são exemplos de como finanças pode possibilitar inclusão financeira e soluções para o Brasil.  

Em sua mensagem, Tiago compartilhou uma pergunta simples feita por um de seus professores de MBA e empreendedor serial, Scott Galloway: “o que deixa você acordado à noite?”. E a resposta do mestre, que marcou o CFO, foi de que a sua maior preocupação era como se manter relevante como profissional e como pessoa para a sociedade, produzindo negócios e soluções de interesse para o mundo que está por vir.  

Nesse sentido, Azevedo destacou que os executivos de finanças “’continuamente precisam se questionar sobre o que lhes forçará a sair da zona de conforto de forma que se tornem relevantes no futuro”. Ele notou ainda três impactos relevantes que devem estar na agenda dos financeiros: a transformação e democratização do acesso a serviços financeiros; os ecossistemas que estão surgindo e o valor gerado por eles; e a aceleração gerada por um mundo BANI/FANI – Frágil, Ansioso, Não-linear e Incompreensível. 

Ao compartilhar aprendizados de sua carreira, o CFO do Mercado Livre disse que é importante que os jovens financeiros: (i) busquem ajuda e aprendizado com pessoas mais experientes, (ii) completem ciclos na carreira e (iii) mantenham uma postura curiosa que lhes possibilite aprender, desaprender e reaprender. “Isso está ligado com o mundo que vivemos hoje: ter essa flexibilidade e ter essa curiosidade para aprender é extremamente necessário e é um desafio para todos nós, todos os dias”. 

O vídeo da cerimônia de premiação do 18º Prêmio Revelação em Finanças está disponível no canal YouTube do IBEF-SP. 

Compartilhe:

Deixe um comentário